Run, Alfred! Run!

Run, Alfred! Run!

A primeira vez que loguei uma “corrida” foi há exatos 7 anos: 27/04/2008.

Na época eu corria munido de um Nike+ iPod Sport Kit que nada mais é que um contador de passos e um adaptador conectado ao iPod. Apesar de primitivo comparado com o que temos hoje, foi a primeira vez que tive uma forma automatizada de registrar a minha atividade física.

Primeira Corrida
Minha primeira “corrida” no Nike+

Eu pus corrida entre aspas porque essa primeira não foi exatamente uma corrida – foi uma caminhada. A meta era caminhar por uma hora e neste tempo eu percorri estimados 5.5Km.

Na época eu era um sedentário e devia estar pesando alguma coisa em torno de 90Kg. Eu já tinha tentado emplacar uma rotina de atividade física, mas nunca colou. Sempre apareciam coisas mais interessantes para fazer. Ou para não fazer.

Alfred Myers na Times Square em 19/04/2008
Com cara de Biscoito Traquina na Times Square em 19/04/2008

Uma coisa bacana do sistema do Nike+ era que ele mandava os dados da atividade para um website onde você poderia acompanhar a sua evolução. Para um cara como eu fissurado em tecnologia, números, métricas, etc, era o paraíso. I was hooked.

Num primeiro momento eu tratei de aumentar o tempo da caminhada para alguma coisa em torno de uma hora. Depois eu fui introduzindo a corrida na medida em que o fôlego deixava. A quantidade e a duração das corridas dentro de cada sessão foram aumentando gradativamente até que em agosto eu corri quase 5Km ininterruptos – pela primeira vez na vida adulta.

Quase 5Km
Quase 5Km correndo direto

Apesar de ter chegado perto, ainda ia demorar um pouco para que eu chegasse à marca dos 5Km.

Em 31/12/2008 eu resolvi ir pra São Silvestre de alegre. Era óbvio que eu não completaria os 15Km da prova correndo, mas eu queria ver o quanto eu conseguiria correr e mais importante, ver como era fazer parte daquela festa. Fiz os primeiros 4Km correndo e depois alternei corrida e caminhada como sempre. Subi a Brigadeiro toda andando e ao virar a esquina com a Paulista, eu vi a chegada e corri até cruzar a chegada. Durante todo o percurso, a galera toda na rua gritando, incentivando, batendo palmas. Quando você chega de volta na Paulista pro trecho final, toda essa energia mexe contigo ainda mais. Acho que pela primeira vez na vida eu tive uma descarga de endorfina. I was hooked! Again!

São Silvestre 2008
São Silvestre 2008

No comecinho do ano seguinte eu incluí a corrida como uma das resoluções de 2009 e de fato ao chegar no final do ano, eu tinha aumentado bastante o número de quilômetros rodados.

A brincadeira tinha começado a ficar “séria” e entre o final de 2009 e o começo de 2010 o Nike+ ainda não suportava monitores cardíacos. Foi então que eu resolvi comprar um relógio com monitor cardíaco. Mas isso vai ficar para o próximo post… 🙂

 

P.S.: Hoje era dia de treino e achei que ao invés de fazer os 12Km planejados inicialmente, seria interessante correr os mesmos 5.5Km da primeira corrida para fazer uma comparação. 00:30:01 contra 01:00:48. Metade do tempo. Que tal? 😀

7 anos depois
7 anos depois, os mesmos 5.5Km da primeira “corrida” na metade do tempo.

One thought on “Run, Alfred! Run!”

Leave a Reply